FANDOM


0101vinheta
O Prêmio de Natal
Nome Original

Simpsons Roasting on an Open Fire

Episódio Nº

01

Código de Produção

7G08

Data de Estréia

17/12/1989

Escritor

Mimi Pond

Diretor

David Silverman

  Fonte

"O Prêmio de Natal" é o primeiro episódio da Primeira Temporada e o primeiro episódio independente de Os Simpsons (desde episódios anteriores tendo apenas sido precedido por shorts). Foi ao ar originalmente em 17 de dezembro de 1989. Fox considera o episódio sendo um especial, por isso era um dos dois episódios da primeira temporada a ser nomeada para o Prêmio Emmy de Outstanding Animated Series. Ele perdeu para "Uma Vida Turbulenta". Ele também foi indicado para edição de Minissérie ou Especial.

Seqüência de AberturaEditar

Arquivo:0101vinheta.JPG
Este episódio não teve a vinheta normal de abertura. Começou com um fundo de um céu escuro e apenas flocos de neve caindo, enquanto vem aparecendo gradativamente "The Simpsons Christmas Special"; em português, Especial de Natal dos Simpsons. Após uns 5 segundos, uma batata quebra o texto e começa o episódio com homer com cabeça de batata

SinopseEditar

No primeiro episódio de aproximadamente vinte minutos, a família Simpson tentará comemorar o Natal da melhor maneira possível, mas muitos problemas irão aparecer para atrapalhar a festa. Os principais problemas são quando Bart resolve fazer uma tatuagem e depois Marge gasta o dinheiro das compras de natal para retirar a tatuagem do filho. Homer não recebe o bônus de Natal da usina e acontecem várias coisas para ele conseguir o dinheiro.

EnredoEditar

Logo na primeira cena do episódio, vemos Homer e Marge,segurando Maggie,felizes.Eles estão correndo de carro por uma pista coberta de neve, e portanto,escorregadia. Estão com pressa para chegar a tempo de ver o Recital de Natal da Escola Elementar de Springfield. Ao chegarem lá,um coral de alunos está cantando uma música natalina (O Little Town of Bethlehem), enquanto isso procuram lugares para sentar. Estão todos encapuzados por causa do frio. Depois do fim do coral,o diretor Skinner aparece numa tribuna, enfeitada com uma guirlanda, para anunciar que naquela hora iriam ter a segunda série dramatizando como é Papai Noel nas culturas de outros países. Marge comenta com Homer, que essa é a turma de Lisa. Começa com uma garota representando o Papai Noel alemão, seguida de Ralph Wiggum representando a versão japonesa. Logo após vem Lisa,demonstrando a cultura das ilhas do Sul do Pacífico, onde Papai Noel é conhecido como Towanga, vestida com uma máscara de madeira parecida com um totem indígena e uma saia a base de grama, realizando malabarismo com bastões pegando fogo nas pontas. A platéia fica surpresa.

Skinner volta à tribuna desta vez para anunciar que a quarta série irá apresentar em coral várias músicas natalinas. Marge elogia Bart, dizendo que ele canta como um anjo. Nisso, ele começa a cantar Jingle Bells com uma letra diferente da normal. Jingle Bells, Batman smells, Robin laid an egg. Batmobile broke its wheel, the Joker got awa-augh! Skinner o arranca de palco durante a música. Depois de passar muito tempo do espetáculo, Homer já está entediado na platéia. Quando Skinner apresenta a quinta série, Homer pergunta entediado quantas séries tem naquela escola. Muda-se a cena e a família já aparece na sala de sua casa. Marge está escrevendo a carta da família para Papai Noel, enquanto Maggie tenta andar, mas não consegue e cai várias vezes. Bart e Lisa estão escrevendo suas listas de presentes, e Homer está desembalando as luzes pisca-pisca para colocar na casa. Pegunta para Marge onde está a extensão, e ela diz que está na gaveta. Homer abre a gaveta e encontra a extensão com o fio todo embolado, emitindo seu primeiro "D'oh" do seriado. Marge pede para ver as listas que Bart e Lisa fizeram. A de Lisa é: "Um Pônei" escrito seis vezes, uma embaixo da outra. Lisa já havia pedido isso nos três últimos natais e Marge explica que não cabe um pônei no trenó do Papai Noel. Bart pede uma tatuagem, fazendo Marge negar. Homer porém tentando concordar com Marge diz que ele não vai ganhar uma de Natal, porém cai em contradição com ela, dizendo que se ele quiser uma terá que pagar com sua própria mesada. Bart fica feliz e emite um "Tudo bem!" concordando com a ordem errada de seu pai. A discussão é interrompida pelo telefone tocando. É a Patty querendo falar com Marge. Enquanto isso Homer sai para instalar as luzinhas de Natal no telhado da casa. Quando ele grita para Marge acendê-las, de muitas lampadazinhas, apenas cinco não estão queimadas, e uma queima na hora. Enquanto ainda estão lá fora observando a simples decoração de Natal de sua casa, seu vizinho, Flanders pergunta para eles o que eles acham da decoração da casa dele. Nisso ele liga a iluminação, e vemos muitas lâmpadas que mudam de cor e um Papai Noel no teto que fica emitindo "Ho ho ho"'s robotizados o tempo todo. As crianças ficam maravilhadas, e Homer com muita inveja. No dia seguinte todos, menos Homer, vão ao shopping da cidade fazer compras. Marge pega o pote de dinheiro pras compras de Natal, que esconde no meio de seu cabelo.

Bart, vai direto para uma loja de tatuagens, e pede uma tatuagem escrito "Mãe" dentro de um coração no braço direito. A cena muda para Homer trabalhando na Usina Nuclear, verificando medidores nos aparelhos e checando itens numa lista numa prancheta. Mesmo o medidor marcando errado com luzes piscantes, Homer marca tudo como certo. Enquanto isso, o trabalho é interrompido por um pronunciamento do Sr. Burns numa caixa de som no canto do ambiente. Todos os funcionários param o que estavam fazendo e vão comer rosquinhas perto do alto-falante. Ele informa que os funcionários não terão o bônus natalino este ano. Todos ficam indignados. Homer percebe a importância do pote de dinheiro da Marge. Voltando à cena do shopping, Marge, Maggie e Lisa procuram Bart. Enquanto isso escutam gritos dele vindos de dentro da loja de tatuagem. Marge corre para o estúdio e abre a porta violentamente. Quando vê o braço de Bart a palavra "mãe" (mother) só está tatuada até a metade. Marge lê "moth" que em inglês quer dizer "traça". Imediatamente ela o arranca da cadeira e o leva até uma outra loja para remover a tatuagem. Lá fica sabendo que será um tratamento caro e que deve ser pago em dinheiro. Usa o dinheiro do jarro, já que espera que Homer ganhe o bônus de Natal na Usina. Depois do tratamento voltam todos para casa. Bart com uma atadura no braço, onde foi retirada a tatuagem.

Lisa e Maggie ficam cutucando o machucado de Bart só para fazer ele reclamar. Quando Homer chega, faz o mesmo. E pergunta para Lisa o que houve. Ela diz que a Marge gastou todo o dinheiro do pote para remover a tatuagem. Homer fica preocupado porque ele ainda não contou que não vai ganhar bônus de Natal. E decide não contar. À noite na cama, Marge desconfia do comportamento de Homer e pergunta se ele não está escondendo nada dela. Ele enrola e não conta a verdade. No dia seguinte vai a uma loja comprar produtos em liquidação para dar de presente. Na saída da loja vê Flanders com muitos presentes em embalagens coloridas e fica com mais inveja ainda. Vai para a Taverna do Moe e lá descobre que Barney está trabalhando como Papai Noel de uma loja. Homer resolve fazer o mesmo para conseguir dinheiro. Vai para o curso de Papai Noel, onde tem que treinar "Ho ho ho" e falar o nome de todas as renas. Quando volta para casa cansado, Marge avisa que Patty e Selma estão em casa. Elas comentam que não tem árvore de Natal na casa deles. Homer dá a desculpa de que já estava saindo para comprar uma. E lá vai ele. Vê os preços de árvores na estrada e resolve invadir um terreno e derrubar uma árvore. Ao chegar em casa Bart e Lisa adoram a árvore. No dia seguinte lá está ele trabalhando como Papai Noel de uma loja. Bart vai conversar com o Papai Noel e vê que é seu pai. Homer explica a situação para ele. Na hora de receber ele percebe que os 120 dólares era o valor bruto. Na verdade ele só recebeu 13 dólares, depois das taxas serem abatidas. Barney o chama para ir a uma corrida de cachorros. Homer hesita, mas Bart diz que é a chance de eles conseguirem dinheiro. Seria o milagre de Natal da família Simpsons. Homer aposta todo o dinheiro num cachorro chamado Ajudante de Papai Noel só porque acredita que o nome é um sinal. Enquanto isso em casa a tia Patty está falando mal de Homer, dizendo que ele deveria estar em casa. Lisa defende seu pai usando argumentos complicados a respeito de ela ser filha dele, então ele é o exemplo de vida adulta para ela. Já que sua tia está falando mal do caráter dele, estará falando mal de seu próprio caráter e ela é muito nova para se defender, portanto a Patty não deveria falar assim dele. A tia não entende nada dos argumentos de Lisa e fica por isso mesmo. Voltando a corrida de cachorros, o Ajudante de Papai Noel fica em último colocado e Homer e Bart perdem todo o dinheiro apostado. O dono joga o cachorro na rua, que vai correndo até Homer. Bart pede para ficar com ele, e Homer aceita. Em casa todos já cansados de esperar, olham surpresos quando Homer chega e conta toda a verdade. Bart mostra o cachorro e todos ficam muito felizes. Marge comenta que é o melhor Natal que ela já teve. Depois de um voto de Feliz Natal para os telespectadores, eles encerram o episódio tocando e cantando músicas natalinas todos juntos.

ProduçãoEditar

A Fox estava muito preocupada com o show, por que eles não tinham certeza se um desenho animado, que não era visto em Horário nobre já a uma geração, e não tinham certeza se a serie seria capaz de sustentar a atenção do telespectador por isso sugeriram que ao invés de episódios de 30 minutos, fossem produzidos curtas de 7 minutos e 4 especiais até que eles ganhassem audiência. A Fox acabou pedindo 13 episódios de 30 minutos.

A série iria estrear originalmente em outono de 1989, com o episódio Numa Noite Encantada mas erros gravíssimos na animação do episódio fizeram com que a estréia fosse adiada e se o próximo episódio, Bart, O Gênio, contivesse muitos erros a serie seria cancelada. Felizmente o episódio voltou da Coréia sem erros.

Esse episodio foi colocado como o primeiro por que precisava ser exibido antes do natal.

Neste episódio, Barney tinha cabelo amarelo, que era a mesma cor que a sua pele, mas que mais tarde foi abandonada por causa da crença de que só a família Simpson Deve ter tais cabelo.

RecepçãoEditar

Esse episódio foi nomeado para um Emmy para Melhor Programa (Com menos de 30 minutos de duração)

ApariçõesEditar


GaleriaEditar

Predefinição:Galeria

Predefinição:Primeira Temporadaen:Simpsons Roasting on an Open Firept:O prêmio de Natal

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.